segunda-feira, julho 28, 2014

Bom dia !

E o meu dia começa bem, mesmo arrodeada de chuva e greve de ônibus.
Recebo, logo pela manhã, uma bela declaração de amor, mesmo platônica é muito bom receber declarações de amor logo ao amanhecer.
Minha semana promete ser muito boa, ativa e dinâmica.
Nos últimos dias resisti em vir aqui, apesar de ter assunto pra falar.
Ainda afirmo que a ansiedade toma conta de todos e o imperativo também.
Fiquei decepcionada ao dialogar com pessoas desconhecidas no facebook e perceber o quanto querem impor as suas opiniões ao invés de apenas discutirmos saudavelmente o tema proposto.
Não quero impor minha opinião e tampouco quero aceitar goela abaixo a dos outros, mas a troca enriquece.
Desmotiva quando a gente vê que a imposição se faz presente.
Ordem ! Imperativo !!
Enfim.
Parei de dialogar, pois senti perda de tempo.
Assistindo à TV ontem também deparei-me como a violência impera e como a população na pessoa de poucos querem prejudicar a massa em nome de uma rebeldia desnecessária.
O diálogo ainda é a melhor solução!

quinta-feira, julho 17, 2014

A tal da Competição feminina no trabalho... ô meu pai...

Trabalho no serviço público.
Adoro o que faço.
Tive sorte de ter ingressado na Fundação onde estou.
Mas, nada é só coisa boa.
Esbarramos com colegas e "colegasssss".
Aquela coisa de tomar para si as glórias que não são suas é punk rock hard core, viu?
Você trabalha, desgasta-se, dedica-se pra no fim ver o resultado sendo reconhecido nas mãos de outra pessoa que não sabe nem metade.
C´est la vie...
Estou iniciando a minha trajetória na parte boa e na parte podre do serviço público.
Tenho é que agarrar-me às minhas conquistas, pois quero mais é o reconhecimento da pessoas a quem eu atinjo diretamente.
Para estes sim vou deixar a minha marca.


quarta-feira, julho 09, 2014

Eu acredito que ainda tem jeito...

Bom dia...
E o dia começa com uma histórica derrota futebolística do Brasil num mundial. 
Uma pena.
Mas, aqui o pão e o circo são comuns para esconder as falcatruas, arranjados, corrupções e um sem fim de irregularidades na política e no governo. Vide a última notícia de um viaduto superfaturado que desabou em Belo Horizonte matando pessoas. Uma notícia que mal abalou o país em comparação com o 7X1 da Alemanha sobre o Brasil ontem na semifinal da Copa do Mundo.
Outra pena.
A Brazuca é mais importante que a vida de transeuntes que estavam trabalhando e vivendo a vida quando, por causa de ladrões, toneladas de concreto caem sobre a cabeça da população.
Que valores temos, hein?
C´est la vie...